Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen

O Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen (Moinho de Vento), foi fundado 1988, tem como  objetivo de resgatar a cultura dos imigrantes holandeses, através das danças, músicas e trajes típicos do Reino dos Países Baixos.

A ideia de formação do grupo surgiu durante a 1ª Fenadi, pelos senhores Walter e Guilherme Commandeur e frutificou e se ramificou com a formação no dia 1º de Outubro de 1988, do Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen que teve como fonte de inspiração e trabalho pesquisas realizadas por Walter e João Commandeur, junto com o Grupo Holandês de Não-Me-Toque/RS. A partir destas pesquisas os primeiros trajes e músicas foram obtidas, e mais tarde um novo repertório foi construído pela senhora Guilhermina Van Riel Weber a partir de sua visita na cidade de Holambra/SP e de contatos com o professor Petrus Schoenmaker.

O Windmolen foi composto no começo por jovens descendentes de holandeses que residiam no distrito de Chorão. Ao passar dos anos o grupo se tornou aberto e recebeu jovens descendentes de todas etnias, que hoje tem orgulho de fazer parte da etnia Holandesa e se dedicam juntamente com a diretoria para apresentar a cultura holandesa através das danças e trajes típicos para diversas cidades da região e do estado.

Além do Grupo Windmolen, esteve em atividade o Grupo de Danças Típicas Infantil chamado "Tulip", que permaneceu em atividade . Em 1997 os grupos reiniciaram as atividades permanecendo por um ano, encerrando depois suas atividades por falta de instrutores e jovens dançarinos. Após varias  tentativas em 2002 o grupo teve um novo instrutor e reiniciou as suas atividades com 8 pares, o qual permaneceu ativo por dois anos.

O grupo atual tem as suas atividades reiniciadas em 2008, e tem como marca do seu trabalho a superação de desafios. Os seus ensaios são realizados semanalmente aos domingos sob a coordenação de João Marcelo Silva e coreografia de Daniel Casarotto.

 

A DANÇA HOLANDESA

As danças da Holanda conservam o vigoroso sabor dos séculos passados. Se distinguem pelos seus ritmos irresistíveis e a expressão de simples alegria dos seus dançarinos. A tradição da dança holandesa remonta os tempos dos minuetos, valsas, polcas, mazurcas, foxtrote e xotes. As danças são simples e bonitas e tem por característica a representação da natureza e a vida do homem camponês. Os casais desenvolvem a coreografia em grupos, formados em círculo ou filas de pares, de acordo com uma música típica e se vestem a caráter usando inclusive o "Klomplen".

KLOMPLEN

Uma das características do traje típico holandês e que o Grupo Windmolen leva para as suas apresentações, é o sapato de madeira, estas tamancas típicas são chamadas de klomplen, e tem a aparência pesada, mas que na verdade é leve e confortável. Este sapato típico era usado pelos trabalhadores para proteger seus pés e mantê-los aquecidos, do frio e da neve. Os klomplen são utilizados por todos os grupos típicos holandeses e tem sua importação exclusiva da Holanda, devido a impossibilidade da sua fabricação aqui no Brasil.