Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen

O Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen (Moinho de Vento), foi fundado 1988, tem como  objetivo de resgatar a cultura dos imigrantes holandeses, através das danças, músicas e trajes típicos do Reino dos Países Baixos.

A ideia de formação do grupo surgiu durante a 1ª Fenadi, pelos senhores Walter e Guilherme Commandeur e frutificou e se ramificou com a formação no dia 1º de Outubro de 1988, do Grupo de Danças Folclóricas Holandesas Windmolen que teve como fonte de inspiração e trabalho pesquisas realizadas por Walter e João Commandeur, junto com o Grupo Holandês de Não-Me-Toque/RS. A partir destas pesquisas os primeiros trajes e músicas foram obtidas, e mais tarde um novo repertório foi construído pela senhora Guilhermina Van Riel Weber a partir de sua visita na cidade de Holambra/SP e de contatos com o professor Petrus Schoenmaker.

O Windmolen foi composto no começo por jovens descendentes de holandeses que residiam no distrito de Chorão. Ao passar dos anos o grupo se tornou aberto e recebeu jovens descendentes de todas etnias, que hoje tem orgulho de fazer parte da etnia Holandesa e se dedicam juntamente com a diretoria para apresentar a cultura holandesa através das danças e trajes típicos para diversas cidades da região e do estado.

Além do Grupo Windmolen, esteve em atividade o Grupo de Danças Típicas Infantil chamado “Tulip”, que permaneceu em atividade . Em 1997 os grupos reiniciaram as atividades permanecendo por um ano, encerrando depois suas atividades por falta de instrutores e jovens dançarinos. Após varias  tentativas em 2002 o grupo teve um novo instrutor e reiniciou as suas atividades com 8 pares, o qual permaneceu ativo por dois anos.

O grupo atual tem as suas atividades reiniciadas em 2008, e tem como marca do seu trabalho a superação de desafios. Os seus ensaios são realizados semanalmente aos domingos sob a coordenação de João Marcelo Silva e coreografia de Daniel Casarotto.

 

A DANÇA HOLANDESA

As danças da Holanda conservam o vigoroso sabor dos séculos passados. Se distinguem pelos seus ritmos irresistíveis e a expressão de simples alegria dos seus dançarinos. A tradição da dança holandesa remonta os tempos dos minuetos, valsas, polcas, mazurcas, foxtrote e xotes. As danças são simples e bonitas e tem por característica a representação da natureza e a vida do homem camponês. Os casais desenvolvem a coreografia em grupos, formados em círculo ou filas de pares, de acordo com uma música típica e se vestem a caráter usando inclusive o “Klomplen”.

KLOMPLEN

Uma das características do traje típico holandês e que o Grupo Windmolen leva para as suas apresentações, é o sapato de madeira, estas tamancas típicas são chamadas de klomplen, e tem a aparência pesada, mas que na verdade é leve e confortável. Este sapato típico era usado pelos trabalhadores para proteger seus pés e mantê-los aquecidos, do frio e da neve. Os klomplen são utilizados por todos os grupos típicos holandeses e tem sua importação exclusiva da Holanda, devido a impossibilidade da sua fabricação aqui no Brasil.

Etnias

Afros

Centro Culturais Herdeiros de Zumbi

Alemães

Centro Cultural 25 de Julho Ijuí

Árabes

Casa de Cultura Árabe de Ijuí

Austríacos

Centro Cultural Austríaco de Ijuí

Espanhóis

Centro de Cultura Espanhola

Gaúchos

Associação Tradicionalista Querência Gaúcha

E do velho mundo, deixando quimeras, Partiram na espera do recomeçar… Da saga imigrante, nós somos semente E honrar esta gente nos põe a cantar!⁠⁠⁠⁠
(Chico Roloff)

Siga nas Redes Sociais

União das Etnias de Ijuí – Copyright © 2016 – 2020. Todos os direitos reservados.